Example: tourism industry

A Implicações do processo de Acreditação …

Artigo Original Implica es do processo de Acredita o Hospitalar no cotidiano de profissionais de sa de*. Implications of hospital accreditation on the everyday lives of healthcare professionals Implicancias del proceso de Credibilidad Hospitalaria en el cotidiano de profesionales de salud Bruna Figueiredo Manzo1, Maria Jos Menezes Brito2, Allana dos Reis Corr a3. resumo Abstract Resumen A fim de alcan ar os mais elevados padr es Hospital accreditation processes should Apuntando a alcanzar los m s elevados pa- assistenciais, s o adotadas iniciativas volta- be adopted to achieve the highest stan- trones de atenci n, se adoptan iniciativas das para o processo de Acredita o Hospi- dards of healthcare. This process requires orientadas al proceso de Credibilidad Hos- talar, as quais imp em mudan as compor- behavioral changes and mobilization of pitalaria, las cuales imponen cambios com- tamentais, mobiliza o dos profissionais professionals in efforts to achieve goals portamentales, movilizaci n de los pro- em busca de metas e objetivos propostos, and objectives, in addition to continuous fesionales tras las metas y objetivos pro- al m da melhoria permanente e cont nua improvement of healthcare.

Rev Esc Enferm USP 389 2012; 46(2):388-94 www.ee.usp.br/reeusp/ Implicações do processo de Acreditação Hospitalar no cotidiano de profissionais de saúde

Information

Domain:

Source:

Link to this page:

Please notify us if you found a problem with this document:

Other abuse

Transcription of A Implicações do processo de Acreditação …

1 Artigo Original Implica es do processo de Acredita o Hospitalar no cotidiano de profissionais de sa de*. Implications of hospital accreditation on the everyday lives of healthcare professionals Implicancias del proceso de Credibilidad Hospitalaria en el cotidiano de profesionales de salud Bruna Figueiredo Manzo1, Maria Jos Menezes Brito2, Allana dos Reis Corr a3. resumo Abstract Resumen A fim de alcan ar os mais elevados padr es Hospital accreditation processes should Apuntando a alcanzar los m s elevados pa- assistenciais, s o adotadas iniciativas volta- be adopted to achieve the highest stan- trones de atenci n, se adoptan iniciativas das para o processo de Acredita o Hospi- dards of healthcare. This process requires orientadas al proceso de Credibilidad Hos- talar, as quais imp em mudan as compor- behavioral changes and mobilization of pitalaria, las cuales imponen cambios com- tamentais, mobiliza o dos profissionais professionals in efforts to achieve goals portamentales, movilizaci n de los pro- em busca de metas e objetivos propostos, and objectives, in addition to continuous fesionales tras las metas y objetivos pro- al m da melhoria permanente e cont nua improvement of healthcare.

2 This qualita- puestos, adem s de la mejora constante y do atendimento prestado. Trata-se de um tive case study was performed with the continua en la atenci n brindada. Estudio estudo de caso de natureza qualitativa que objective of analyzing the implications of de caso cualitativo, que objetiv analizar teve como objetivo analisar as implica es hospital accreditation on the everyday lives las implicancias del proceso de Credibilidad do processo de Acredita o Hospitalar no of healthcare workers in a private hospital Hospitalaria en el cotidiano de profesiona- cotidiano de profissionais de sa de de um in Belo Horizonte. Subjects were 34 health- les de salud de un hospital privado en Belo hospital privado em Belo Horizonte. Os su- care professionals from different sectors of Horizonte. Los sujetos de la investigaci n jeitos da pesquisa foram 34 profissionais the hospital.

3 Data were collected through fueron 34 profesionales de salud, ubica- de sa de, alocados em diferentes setores semi-structured interviews and subjected dos en diferentes sectores del hospital. Los do hospital. Os dados foram coletados por to content analysis. It was observed that datos se recogieron mediante entrevistas meio de entrevistas semi-estruturadas e the accreditation process was designed as semiestructuradas y fueron analizados a analisados por meio da t cnica de an lise an opportunity for developing and improv- trav s del an lisis de contenido. Se observ . de conte do. Observou-se que o proces- ing the critical thinking capacity of the sub- que el proceso de Credibilidad se configura so de Acredita o se configura como uma jects involved. However, the requirements como una posibilidad de crecimiento y de- possibilidade de crescimento e de desen- imposed by this process may trigger occu- sarrollo de la capacidad cr tica de los acto- volvimento da capacidade cr tica dos atores pational stress and cause work overload.

4 Res involucrados. As y todo, las exigencias envolvidos. Contudo, as exig ncias impostas impuestas por este proceso, desencadenan por este processo desencadeiam stress pro- estr s profesional y sobrecarga laboral. fissional e sobrecarga de trabalho. descritores descriptors descriptores Hospitais Hospitals Hospitales Acredita o Accreditation Acreditaci n Pessoal de sa de Health personnel Personal de salud Qualidade da assist ncia sa de Quality of health care Calidad de la atenci n de salud Equipe de enfermagem Nursing, team Grupo de enfermer a * Extra do da disserta o O processo de Acredita o Hospitalar na perspectiva de profissionais de sa de , Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais, 2009. 1 Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Professora Assistente do Curso de Enfermagem da Pontif cia Universidade Cat lica de Minas Gerais.

5 Membro do N cleo de Pesquisa Administra o em Enfermagem da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil. brunaam 2 Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem Aplicada da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil. 3 Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem B sica da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil. 388. Rev Esc Enferm USP Recebido: 12/02/2010 Implica es do processo de Acredita o Hospitalar Portugu s / Ingl s 2012; 46(2):388-94 Aprovado: 11/07/2011 no cotidiano de profissionais de sa de Manzo BF, Brito MJM, Corr a AR. INTRODU O dem ter um pequeno significado se as pessoas n o se sen- tirem comprometidas com a qualidade, sobretudo no que se refere ao atendimento das necessidades dos clientes(4).

6 A sociedade contempor nea se transforma de for- ma r pida e profunda. Buscando adequar-se s mudan- O estudo da qualidade envolve, al m de um conjun- as vividas pela sociedade contempor nea e, ao mesmo to de t cnicas, uma dimens o mais ampla de a es do tempo, atender s demandas de uma clientela cada vez processo social, cujos elementos principais para o seu mais exigente, gestores dos servi os de sa de t m ado- desenvolvimento s o aqueles que atuam e exercem seu tado novas posturas que imp em o incremento do n vel papel nesse processo (5). Todo esfor o de melhoria de de qualidade. Nessa perspectiva, temos o atual cen rio uma organiza o deve come ar por meio do enfoque brasileiro no contexto de uma economia globalizada onde dos profissionais no que tange educa o, desenvolvi- as institui es n o mais suportar o os custos relacionados mento de habilidades, forma o de consci ncia respon- com a m -qualidade, ou seja, gastos elevados com morbi- s vel, treinamentos para o trabalho em equipe e desen- dade e mortalidade crescentes, despesas com retrabalho volvimento da concep o tica do trabalho(4).

7 E disp ndios com processo ineficiente; ademais, chama a aten o para o comprometimento da imagem da organi- Observa-se, portanto, que a implementa o do sis- za o perante a sociedade, al m da perda de clientes e de tema de qualidade n o tarefa simples, mas contra- mercado(1). riamente, se apresenta como um grande desafio a ser enfrentado pelos gestores e profissionais que buscam Considerando a necessidade de desenvolvimento adequar seus processos de trabalho a excel ncia no de estrat gia de incremento da qualidade dos servi os atendimento. de sa de, o Programa de Acredita o Hospitalar um Espera-se, portanto, que este estudo possa contribuir procedimento de avalia o dos recursos institucionais, de para que as equipes de sa de reflitam sobre o processo forma peri dica, volunt ria, racionalizada, da qualidade, a responsabilidade social, as ordenadora e, principalmente, de educa o mudan as de h bitos e dos conceitos embu- continuada dos profissionais, com o intuito A tecnologia e tidos no processo de Acredita o Hospitalar.

8 De garantir a qualidade da assist ncia por meio de padr es previamente aceitos(2). A a estrutura das Uma vez reconhecidas as implica es do sis- organiza es tema de qualidade pelos pr prios profissio- Acredita o deve ser entendida, portanto, podem ter um nais, mais f cil ser o caminho para a manu- em duas dimens es. A primeira, como ten o de todo o processo e a conquista da um processo educacional, que leva as pequeno significado excel ncia no atendimento. institui es prestadoras de servi os de se as pessoas assist ncia em sa de, especialmente os n o se sentirem O objetivo deste estudo consiste em ana- profissionais de sa de, a adquirirem a lisar as implica es do processo de Acredita- comprometidas cultura da qualidade para implementa o o no cotidiano dos profissionais de sa de. da gest o de excel ncia, fundamental para com a o processo .

9 A segunda dimens o se refere REFERENCIAL TE RICO. ao processo de avalia o e certifica o da qualidade dos servi os, analisando e atestando o grau de desempenho alcan ado pela institui o de acordo com A preocupa o com a qualidade, presente na sa de padr es pr -definidos(3). desde Hip crates, torna-se mais intensa no s culo XX. Expressivas considera es foram tecidas por um pesqui- Esse movimento em dire o qualidade refletiu a ne- sador(6), em 1998, a respeito dos diferentes modelos de cessidade de mudan as fundamentais nas organiza es, qualidade que explicitam as peculiaridades da transposi- uma vez que a valoriza o dos indiv duos e a aten o s o da qualidade para a rea de sa de. Nesse contexto rela es sociais tornam-se imprescind veis para a aquisi- o autor apontou a an lise sistem tica de seis atributos- o do t tulo de excel ncia.

10 Nesse cen rio, os profissionais -chave. O primeiro diz respeito efic cia como habilida- da sa de emergem como o cerne da pol tica de qualida- de em atingir os melhores resultados na assist ncia por de, tendo papel essencial na garantia e na manuten o meio dos melhores cuidados. O segundo atributo trouxe do processo . Por meio do compromisso com a pol tica da a id ia de efici ncia, que consiste na diminui o de cus- qualidade estabelecida pela institui o, os profissionais tos da assist ncia sem diminuir as melhorias alcan adas. se engajam e refor am a cultura de melhoria centrada no O terceiro remete ao equil brio entre os custos e efeitos cliente e na determina o de executar servi os que aten- dos cuidados na assist ncia. O quarto incide na aceita- dam os requisitos da Organiza o Nacional de Acredita o bilidade do servi o conforme as expectativas dos pacien- (ONA), de forma segura e com excel ncia.


Related search queries