Example: air traffic controller

A MATEMÁTICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA …

0 UNISALESIANO Centro Universit rio Cat lico Salesiano Auxilium Curso de Pedagogia Estela do Nascimento Souza A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem LINS SP 2012 1 ESTELA DO NASCIMENTO SOUZA A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem Trabalho de Conclus o de Curso apresentado Banca Examinadora do Centro Universit rio Cat lico Salesiano Auxilium, como requisito parcial para obten o do t tulo de Gradua o em Pedagogia, sob a orienta o do Prof. Ms. Marcos Jos Ardenghi e orienta o t cnica da Prof Ms. F tima Eliana Frigatto Bozzo. LINS SP 2012 2 ESTELA DO NASCIMENTO SOUZA A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem Trabalho de Conclus o de Curso (TCC) apresentado ao Centro Universit rio Cat lico Salesiano Auxilium para obten o do t tulo de gradua o do curso de Pedagogia.

6 RESUMO Na educação infantil os jogos e as brincadeiras são primordiais para o desenvolvimento integral da criança. O presente trabalho “A MATEMÁTICA

Tags:

  Jogos, Jogos e, Os jogos e

Information

Domain:

Source:

Link to this page:

Please notify us if you found a problem with this document:

Other abuse

Transcription of A MATEMÁTICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA …

1 0 UNISALESIANO Centro Universit rio Cat lico Salesiano Auxilium Curso de Pedagogia Estela do Nascimento Souza A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem LINS SP 2012 1 ESTELA DO NASCIMENTO SOUZA A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem Trabalho de Conclus o de Curso apresentado Banca Examinadora do Centro Universit rio Cat lico Salesiano Auxilium, como requisito parcial para obten o do t tulo de Gradua o em Pedagogia, sob a orienta o do Prof. Ms. Marcos Jos Ardenghi e orienta o t cnica da Prof Ms. F tima Eliana Frigatto Bozzo. LINS SP 2012 2 ESTELA DO NASCIMENTO SOUZA A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem Trabalho de Conclus o de Curso (TCC) apresentado ao Centro Universit rio Cat lico Salesiano Auxilium para obten o do t tulo de gradua o do curso de Pedagogia.

2 Aprovado em _____/_____/_____ Banca Examinadora: Orientador: Prof. Me. Marcos Jos Ardenghi Mestre em Educa o Matem tica pela Pontif cia Universidade Cat lica de S o Paulo. Assinatura: _____ Prof. Titula o: _____ _____ Assinatura: _____ Prof. Titula o: _____ _____ Assinatura: _____ LINS SP 2012 3 DEDICATORIA Dedico este trabalho aos meus professores por me ensinarem que o conhecimento algo em constante renova o, por mais que o achemos j profundo em n s. Obrigada por tudo! Estela do Nascimento Souza 4 AGRADECIMENTO Agrade o todas as dificuldades que enfrentei; n o fosse por elas, eu n o teria sa do do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as cr ticas nos auxiliam muito. Chico Xavier 5 Educa o aquilo que fica depois que voc esquece o que a escola ensinou.

3 Albert Einstein 6 RESUMO Na educa o infantil os JOGOS e as BRINCADEIRAS s o primordiais para o desenvolvimento integral da crian a. O presente trabalho A MATEM TICA NOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL: uma constru o de aprendizagem tem como objetivo analisar se a utiliza o de JOGOS e BRINCADEIRAS possibilita a amplia o do pensamento l gico-matem tico nas crian as de 4 anos da Educa o Infantil; explorar ideias referentes a n meros utilizando JOGOS e BRINCADEIRAS com crian as de 4 anos da Educa o Infantil; analisar como a utiliza o de JOGOS e BRINCADEIRAS com crian as de 4 anos da Educa o Infantil pode facilitar a aprendizagem da matem tica a partir da realiza o de contagens, compara es de quantidades e identifica o de algarismos. Na revis o bibliogr fica constatou-se que os JOGOS constituem um apoio metodol gico importante, pois, atrav s deles, os alunos podem criar, pesquisar, brincar e jogar com a matem tica.

4 Com o uso de JOGOS poss vel fundamentar, de forma significativa, a forma o e aquisi o de novas ideias ou conhecimentos matem ticos. Tendo em vista o aprendizado da crian a, considera-se de fundamental import ncia que ela aprenda os procedimentos e seus registros em diferentes situa es propostas. Realizou-se uma pesquisa de campo na qual foram aplicados JOGOS e BRINCADEIRAS no ensino da matem tica com crian as da segunda etapa da Educa o Infantil. Os resultados obtidos durante a realiza o dos JOGOS evidenciam a amplia o de certas habilidades como, por exemplo, a contagem, concentra o, respeito s regras, saber esperar a vez, organiza o, confer ncia dos resultados apresentados pelos colegas. Desse modo, infere-se que o ensino da matem tica na Educa o Infantil deve ter como prioridade o conhecimento das crian as frente a situa es significativas de aprendizagem, e que os JOGOS e BRINCADEIRAS devem estar sempre presentes, auxiliando na forma o dos conceitos, proporcionando aquisi o de habilidades e desenvolvendo capacidades motoras.

5 Palavras chaves: JOGOS na Educa o Infantil. Aprendizagem na Educa o Infantil. Matem tica e JOGOS . 7 ABSTRACT In the childlike education the games and the jokes are primordial for the integral development of the child. The present work THE MATHEMATICS IN THE GAMES AND JOKES IN THE CHILDLIKE EDUCATION: a construction of apprenticeship aims to analyse if the use of games and jokes makes possible the enlargement of the mathematical-logical thought in the 4-year-old children of the Childlike Education; to explore ideas referring to numbers using games and jokes with 4-year-old children of the Childlike Education; to analyse how the use of games and jokes with 4-year-old children of the Childlike Education can make easy the apprenticeship of the mathematics from the realization of countings, comparisons of quantities and identification of numerals. In the bibliographical revision it was noticed that the games constitute a support importantly, so, through them, the pupils can create, investigate, to "play" and to "play" with the mathematics.

6 With the use of games it is possible to substantiate, in the significant form, the formation and acquisition of new ideas or mathematical knowledges. Considering the apprenticeship of the child, it is considered of basic importance that she should learn the proceedings and his registers in different proposed situations. There happened a field work in which games and jokes were applied in the teaching of the mathematics with children of the second stage of the Childlike Education. The results obtained during the realization of the games show the enlargement of certain skills up, for example, the counting, concentration, respect to the rules, to be able to wait the time, organization, conference of the results presented by the colleagues. In this way, it is inferred that the teaching of the mathematics in the Childlike Education must take as a priority, the knowledge of the children in front of significant situations of apprenticeship, and what the games and jokes must always be present, helping in the formation of the concepts, providing acquisition of skills and developing motor capacities.

7 Key-words: Games in the Childlike Education. Apprenticeship in the Childlike Education. Mathematics and Games. 8 LISTA DE ILUSTRA ES Figura 1: Pe as do jogo de Domin ..30 Figura 2: In cio do Jogo ..30 Figura 3: Montagem do domin ..31 Figura 4: Pato montado com Tangran ..33 Figura 5: Reconhecimento das pe as ..34 Figura 6: O Figura 7: Tangran oval ..36 Figura 8: Reconhecimento das pe as ..36 Figura 9: Montagem oval ..37 Figura 10: Montagem final oval ..37 Figura 11: O jogo Pega Varetas ..39 Figura 12: Registro das regras ditadas pelos alunos ..39 Figura 13: Registro do jogo pelos alunos ..40 Figura 14: Contagem e separa o das Figura 15: Contagem coletiva ..41 Figura 16: Registro da pontua o final ..42 Figura 17: Registro das atividades feito pelos alunos ..42 9 SUM RIO INTRODU .. 11 CAP TULO I REVIS O DA . 14 1 PESQUISAS SOBRE O USO DE JOGOS PARA O ENSINO DE MATEM.

8 14 Uma proposta de aprendizagem significativa de matem tica atrav s dos .. 14 Os JOGOS e o l dico na aprendizagem .. 15 JOGOS em grupo na Educa o Infantil implica es da teoria de .. 17 Jogo, brinquedo, brincadeira e a Educa .. 18 Coment rios sobre as pesquisas .. 21 CAP TULO II PROPOSTA DE .. 24 2 O QUE SE .. 24 .. 25 Problema de pesquisa e hip .. 26 CAP TULO III ..27 3 INTRODU .. 27 .. 27 Sujeitos da .. 28 CAP TULO IV .. 29 INTRODU .. 29 Domin .. 29 Tangran .. 31 Tangran .. 34 Jogo de Pega .. 37 Jogo Dez .. 40 CAP TULO V AN LISE DOS .. 43 10 CONCLUS O .. 47 REFER .. 50 AP .. 51 11 INTRODU O O presente trabalho refere-se constru o da aprendizagem de matem tica obtida atrav s do uso de JOGOS e BRINCADEIRAS no ensino infantil. A inf ncia representa uma das etapas mais importantes da evolu o do ser humano, por este motivo, devem-se propiciar s crian as, condi es adequadas para que tal evolu o aconte a.

9 Vigotsky (1998) afirmava que atrav s do brinquedo a crian a aprende a agir numa esfera cognitivista, sendo livre para determinar suas pr prias a es. Segundo ele, o brinquedo estimula a curiosidade e a autoconfian a, proporcionando desenvolvimento da linguagem, do pensamento, da concentra o e da aten o. Os JOGOS n o se constituem apenas em uma forma de entretenimento, na qual crian as gastam energia, mas sim, em meios que contribuem e enriquecem o desenvolvimento intelectual das mesmas. A utiliza o de JOGOS e BRINCADEIRAS na educa o infantil de fundamental import ncia para o desenvolvimento das crian as, sendo um facilitador no processo ensino aprendizagem. Neste trabalho pretende-se mostrar a import ncia da contribui o dos JOGOS e BRINCADEIRAS para o ensino e que o professor pode fazer uso deles de modo a promover o desenvolvimento de habilidades matem ticas nas crian as.

10 O problema inicial de pesquisa foi a ideia de como crian as de 4 e 5 anos constroem conhecimentos matem ticos partindo de JOGOS e BRINCADEIRAS . Assim sendo, estabeleceu-se, como hip tese de pesquisa, que a aprendizagem de conte dos matem ticos na Educa o Infantil se d atrav s da participa o ativa da crian a e da natureza l dica e prazerosa inerentes a diferentes tipos de JOGOS . necess rio que a escola de educa o infantil respeite as emo es de cada crian a, sabendo orient -las no decorrer de sua evolu o. A observa o do profissional em seu trabalho pedag gico deve ser pautada naquilo que ele deseja conhecer de cada crian a e assim abrir possibilidades de diversos trabalhos. Os educadores precisam conduzir as crian as a pensar e a criar, com o papel de mediadores, estimulando a curiosidade de aprender e levando-as a 12compreender que a partir de erros, elas podem construir conceitos significativos, tornando-se, assim, adultos aut nomos e cr ticos.


Related search queries